A história do Pentágono surge da evolução da Escola de Química Industrial do ABC, fundada em 1961.

O nome Pentágono foi escolhido, pois a escola pretendia servir às cinco cidades da região (Santo André, São Caetano, São Bernardo, Mauá e Ribeirão Pires).

A iniciativa de atuar no ensino superior levou à criação da “figura” do Grupo Pentágono, composto por várias unidades, oferecendo atualmente os cursos de Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação Técnica e Educação Superior, que hoje abrigam mais de 3.000 alunos em duas unidades de ensino (Centro e Parque), formando pessoal qualificado, nos níveis médio, técnico e superior, a fim de atender as empresas a sociedade e em especial às necessidades da Cidade de Santo André e demais cidades da região, visto que esta região caracteriza-se por suas importantes indústrias automobilísticas, pólo petroquímico, setor de telecomunicações e informática, comunicação e serviços.

Todos os Cursos mantidos pelo Pentágono e resultam de uma experiência de mais 50 anos nas respectivas áreas técnicas.

O Pentágono em 1999 fundou o Instituto Octógono de Ensino Superior. A Faculdade Octógono – FOCO – com os cursos de Administração de Empresas com ênfase em Empreendedorismo, Administração de empresas com ênfase em gestão de Marketing e curso de Turismo.

Como consequência dessa história a serviço da comunidade da região o Pentágono decidiu investir no ensino superior tecnológico, e em 2005 foi autorizado pelo MEC o funcionamento dos Cursos Graduação Tecnológica em Mecatrônica Industrial, em Processos Químicos e em Desenvolvimento de Sistemas de Informação.